NUTRIÇÃO NUTRIÇÃO EM PAUTA

ALIMENTAÇÃO X ATIVIDADE FÍSICA

foto 2 (2)
Luciana Bittencourt

Quando praticamos atividade física é importante redobrar os cuidados com a alimentação, pois são os alimentos que preparam o organismo para o esforço físico, fornecendo os nutrientes necessários que irão variar de acordo com o tipo de atividade e o objetivo que se pretende alcançar com a mesma.

Por exemplo: Há uma grande preocupação em relação as práticas regulares de exercícios físicos, para combater doenças como a Obesidade, mais vale ressaltar que somente os exercícios físicos sem o controle de ingestão alimentar NÃO atingem os resultados esperados.

Então, aliada á atividade física á alimentação deve ser regular e saudável, evitando o consumo excessivo de açúcar, sal, conservantes e gorduras.

Fica a recomendação para quem queira começar á pratica de atividades físicas:

1 – Passar por uma Avaliação Física Minuciosa;

2 – Montar um plano de exercícios juntamente com um profissional de Educação Física; (aqui que entra nosso querido Igor Borges personal trainer)

3- Não esquecer-se da hidratação antes, durante e depois dos exercícios. (Qual a melhor forma de se hidratar durante a atividade física)

foto 1

Outra preocupação que muitos tem é de como se alimentar da forma correta para ganhar massa muscular. Esse assunto também vai depender muito do tipo de atividade executada e da intensidade dos exercícios. Mas o que vale saber é que o consumo de carboidratos e proteínas sempre deve estar equilibrado para que seu desempenho físico melhore durante a atividade.

Para entender melhor isso vamos falar separadamente de cada um desses macro-nutrientes e suas funções na atividade física:

CARBOIDRATOS

O carboidratos é o macro-nutriente que repõe o glicogênio muscular (que é a reserva energética do músculo), se passarmos muito tempo sem comer, nossas reservas de glicogênio ficam baixas e você pode sentir cansaço, fraqueza e mal-estar. Além de ter chance de seu treino não render, ou seja, se exercitar em jejum por exemplo, pode te trazer malefícios para a saúde, pois nessas condições, o organismo tende a utilizar a proteína dos músculos para fornecer energia, já que há pouco glicogênio disponível, o que te leva a perder massa muscular.

Por isso, a dieta de um praticante de atividade física deve ser composta, em sua maior parte, por alimentos ricos em carboidratos complexos, que são as principais fontes de energia, são eles: arroz integral, pão e macarrão integrais, quinua, granola, aveia, batata doce, entre outros.

PROTEÍNAS

A proteína é utilizada para a síntese protéica que ocorre no período pós-atividade física. Durante o exercício ocorrem lesões nas fibras musculares que precisam ser reparadas e se ingerirmos a quantidade necessária de proteínas é possível acelerar o reparo dos músculos e favorecer o aumento de massa muscular. Os alimentos fontes de proteína são: leite, queijos brancos, iogurte, ovos, soja e quinua (consuma até 1h após a atividade física).

Agora para finalizar o post de hoje eu reforço aqui mais uma vez que a alimentação deve ser montada de acordo com a atividade física que você pratica e de acordo com os objetivos pretendidos, por isso é fundamental procurar a orientação de um nutricionista, assim como para escolher a atividade que irá praticar e qual a mais adequada para você, é importante procurar a orientação de um educador físico.

Lembre-se, você é único e por isso sua atividade física e dieta devem ser individualizadas também, para que você atinja os resultados que espera.

Entre em contato conosco (Igor Borges personal e Nutriemotion) que nós podemos te ajudar a alcançar suas metas!!!

Bom feriado e aproveite com moderação, nunca perdendo o foco!!!

Dica da nutri! ;)

Sobre o Autor

Luciana Bittencourt

Luciana Bittencourt

Nutricionista -UFRJ
Mestre em Nutrição - UFRJ
Pós-Graduação em Alimentação e Cultura - ENSP/FIOCRUZ
Ex-professora supervisora de Estágio em Ciência de alimentos da UERJ
Docente do SENAC RIO
Doutoranda em Ciência de Alimentos - UFRJ
Nutricionista clínica da Nutriemotion - atua em todas as áreas do atendimento nutricional, focando na orientação para a mudança de hábitos alimentares com intuito de orientar a adoção de um estilo de vida mais sudável.

Deixe um comentário