PERSONAL

OS TEMPEROS DÃO VIDA! (PARTE 2)

Sal rosa
Bruno Barros
Escrito por Bruno Barros

Fala Galera!

Como prometido no último texto, vamos dar continuidade ao assunto temperos. Um tempero muito comum no nosso dia a dia é o sal. O sal é de vital importância para nossa saúde, pois são responsáveis pela regulação do volume plasmático, condução de impulsos nervosos e na contração muscular. No entanto, vivemos escutando que o sal é o vilão. Por quê? E como quase tudo que é relacionado à alimentação, na verdade o sal não é vilão, mas sim o excesso dele.

Na antiguidade, usava-se muito o sal para conservar a comida, pois ele desidrata o alimento e impede o crescimento microbiano. Porém novas tecnologias vieram e novos processos foram inventados para conservar o alimento. Ou seja, deveríamos estar comendo menos sal do que antes. O que não é verdade. Pelo contrário, cada vez ingerimos maior quantidade de sal em nossas refeições. Pois deixamos de comer “comida” para comer “industrializados”.

E como equilibrar isso? Podemos começar optando por alimentos mais saudáveis e menos processados. Mas como aqui nosso assunto é gastronomia fit e, portanto, aqui vai a dica:

SAL ROSA!

Já ouviram falar? O sal rosa difere do sal refinado que costumamos consumir pois além de ter sódio e cloro, ele possui mais de 80 outros minerais como o ferro, magnésio, cálcio, potássio, ferro, cobre, fósforo, etc… E assim esse sal ajuda reequilibrar os minerais do corpo humano, regularizando as trocas hídricas entre as células. E isso significa equilíbrio para o seu corpo caro leitor.

No entanto, esse sal não é barato. A cotação atual para 1kg de sal rosa é de 50 reais. Poxa Bruno! Você quer que eu compre um sal que custa 50 reais??? Existe outra opção meus amigos e amigas. Tempere o seu sal! Aqui vai a receita (receita da Dra Fernanda Padovani):

Ingredientes:

- 25g de Sal Marinho;

- 25g de alecrim seco (2 colheres de sopa cheias);

- 25g de orégano seco (2 colheres de sopa cheias);

- 25g de salsinha seca (2 colheres de sopa cheias);

- 25g de manjericão seco (2 colheres de sopa cheias);

- 25g de gergelim tostado (opcional).

OBS: Outras ervas podem entrar ou substituir as ervas acima citadas. Vai do gosto de cada um.

 

Sal temperado

Sal temperado

Modo de Preparo:

- Bater todos os ingredientes no liquidificador.

- Com o liquidificador desligado mexer com uma colher ou espátula para soltar.

- Passar tudo em uma peneira bem fina para deixar o sal bem solto.

- Armazenar em vasilha de vidro.

Como prometido também no último texto, falaríamos hoje sobre como montar uma horta para cultivo de temperos. No entanto acredito que ficaria muito extenso, e não é o intuito dessa coluna. Porém não deixarei vocês desamparados. Seguem dois links de colunas do Ciclovivo com tudo para ter uma horta em casa e em pequenos espaços. Vale a pena conferir.

Ciclovivo 1

Ciclovido 2

Até a próxima!

Sobre o Autor

Bruno Barros

Bruno Barros