PERSONAL

PRATICAR ALONGAMENTO FAZ BEM?

flexibilidade 2
Flavia Bosco
Escrito por Flavia Bosco

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre um assunto que muitos deixam de lado, o alongamento.

Todos ao iniciarem uma atividade física seja ela qual for são orientados da importância do alongamento principalmente após o treinamento, mas a grande maioria sempre prioriza o treino principal seja ele a musculação, o treinamento funcional, o Pilates, a corrida seja lá a sua escolha e quando sobra um tempinho realizam o seu alongamento não é verdade?

Percebo isso muito em minhas aulas onde faço do alongamento algo indispensável à contra gosto de muitos de meus alunos.

Grande parte das pessoas tendem a fazer o alongamento de maneira rápida para logo iniciar o treino específico, ou preferem fazer mais um exercício de força do que “perder tempo com o alongamento”,   sem saber que se o alongamento for realizado por menos de  15 seg ele não gera nenhum resultado e se ele não for realizado você possivelmente não terá o seu melhor rendimento no próximo treino, isso por que?

Quando realizamos exercícios que demandam força muscular, nos temos um encurtamento da nossa musculatura, que como consequência gera uma diminuição do espaço entre uma estrutura óssea e outra.

Se após o treinamento a sua musculatura não for alongada a curto prazo você sentirá dor, pois sua musculatura ficará tensionada e isso pode levar  também a câimbras.

A longo prazo você poderá ter problemas posturais por conta dos desequilíbrios musculares (uma musculatura mais encurtada que outra), diminuição da amplitude dos seus movimentos pela aproximação das estruturas ósseas, perda de agilidade, compressão das terminações nervosas levando a quadro de dores constantes.

O encurtamento dos músculos podem gerar dores contantes ao longo prazo!

O encurtamento dos músculos podem gerar dores contantes ao longo prazo!

Um exemplo mais comum são as dores na região lombar que ocorrem por um encurtamento dos músculos posteriores da coxa e das musculaturas das costas, que conciliado a uma fraqueza da musculatura abdominal, podem evoluir para quadros de compressão do nervo ciático, protrusões e hérnias de disco.

Outro fator que pode te motivar a iniciar a prática de alongamento é que quanto mais encurtada se torna a sua musculatura menos eficiência muscular você terá, porque sua amplitude de movimento será menor e consequentemente menos fibras musculares você terá necessidade de recrutar. Você não terá redução de sua força mais com a continuidade do treinamento essas fibras que não são recrutadas tendem a atrofiar.

Um exemplo para que todos possam compreender melhor é:

Imagine um ônibus com 30 cadeiras, sendo que das 30, 10 estão quebradas. O ônibus continuará a exercer a sua função, transportar pessoas, mas a sua eficiência será reduzida.

O alongamento nos proporciona alívio das tensões diárias já que todas as atividades do nosso dia a dia demandam de contrações musculares.

Promovem um equilíbrio de nossas musculaturas o que leva a uma melhora da postura e alinhamentos articulares

Melhoram as nossas habilidades uma vez que nos possibilita ter mais agilidade nos movimentos e possibilita uma maior consciência corporal.

E como nosso corpo alinhado e livre de dores por que não dizer que nos torna mais felizes e relaxados?

Então seja mais feliz, seja mais eficiente, mais ágil e mais consciente.

Pratique alongamento.

Sobre o Autor

Flavia Bosco

Flavia Bosco

Flavia Bosco iniciei minha formação em Enfermagem pela Universidade Gama Filho, mas meu sonho sempre foi a Educação Física. Após 3 anos e meio de faculdade resolvi lutar pelo que sempre quis e consegui. Hoje sou formada em Educação Física bacharelado e licenciatura pela universidade Gama Filho.
Trabalhei como professora de musculação, Personal Training, Avaliação física, Treinamento funcional, Corrida, Eventos (na área da Educação Física), mas nada me encantou tanto quanto o método Pilates, paixão que tento passar para todos os meus alunos.
Montei meu primeiro Studio (Corporeal Pilates) junto com meu sócio Igor Borges há mais de um ano, ao qual me dedico integralmente.