PERSONAL

A SEGUNDA-FEIRA É O DIA DE COMEÇAR MAIS UMA DIETA?

beautiful young woman eat sweet cake
Marcia Bernardes
Escrito por Marcia Bernardes

Esqueça as dietas e mude seus hábitos! Reeducação alimentar é a solução!

Hoje falaremos sobre nosso último perfil emocional quando o assunto é alimentação.

Nos posts anteriores, descrevemos três perfis, as regressivas, as depressivas e as agressivas. Leia hoje como se comportam as pessoas que se enquadram no perfil defensivo.

As defensivas

As defensivas usam o alimento como uma forma de compensação emocional e defesa. A comida vira um prêmio! “Tive um dia daqueles e mereço um docinho” ou “Briguei com meu marido, mereço um docinho”. Nesse momento a comida entra como válvula de escape, e, facilmente perde-se o controle. Geralmente os alimentos mais procurados são aqueles que dão prazer e conforto – ricos em açúcar e/ou gordura.

Precisam entender que comida não ameniza e nem resolve conflitos emocionais, que apenas funciona como uma satisfação momentânea. De qualquer forma vão ter que lidar com o conflito e com a culpa!  O alimento é para nutrir o corpo e não para esvaziar a mente.

Caminhada-emagrece

Uma caminhada no final do dia pode te ajudar a relaxar!

Dica: Procure conversar mais com as pessoas a sua volta, seja no trabalho ou em casa. Por que está tão sobrecarregada? Aprenda a dividir tarefas e problemas. Se organize melhor e tenha disciplina. Pequenas mudanças no dia a dia ajudam a aliviar o stress. Inclua uma atividade relaxante no final do dia. Faça desse “o seu momento de relaxar” e não deixe que nada e em ninguém lhe incomodem.

COM QUAL PERFIL VOCÊ SE IDENTIFICOU?

PRECISA DE AJUDA PARA CONTROLAR SUA COMPULSÃO E MELHORAR SEUS HÁBITOS ALIMENTARES?

Responda ao questionário nesse link  para fazermos uma avaliação do seu perfil.

NutriEmotion – Corpo e Mente trabalhando juntos para seu emagrecimento.

Sobre o Autor

Marcia Bernardes

Marcia Bernardes

Psicóloga (CRP 05/17714) pós-graduada em Psicologia Hospitalar pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Sócia fundadora da NutriEmotion. Vinte anos de experiência clínica. Atuação na área do emagrecimento.